Todt defende punição para Hamilton no Brasil

Governador anunciou reajuste aos servidores e lançou programas estaduais nesta semana – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 20, 2021
10 games com protagonistas negros – Jogos – Tecnoblog
novembro 20, 2021

Todt defende punição para Hamilton no Brasil


Jean Todt

Jean Todt defendeu a decisão de punir Lewis Hamilton com uma multa pesada após o sete vezes campeão do mundo ter soltado os seus cintos de segurança enquanto pilotava no Brasil.

O piloto da Mercedes tirou os seus cintos na volta de desaceleração depois de levar a bandeira quadriculada, de modo a ser mais visível à medida que mostrava à multidão a bandeira brasileira agitada.

Mas os comissários lhe deram uma multa de 25 mil euros, com tudo exceto cinco mil euros dessa multa estando suspenso até o final do próximo ano. Houve muitas críticas, mas o presidente da FIA, Todt, defendeu os seus comissários.

“Como presidente da FIA, seria errado criticar os comissários que convidamos”, disse ele à emissora de TV francesa Canal Plus. “Tenho dito muitas vezes que não invejo o seu papel – não gostaria de estar no seu lugar”.

“Mas não devemos esquecer que Lewis Hamilton e Max Verstappen são modelos a se seguir para milhões de jovens. E isto aplica-se não só aos que guiam em estradas públicas, mas também aos que correm”, prosseguiu.

“Assim, se perdoamos Hamilton por isso, então o jovem piloto da Fórmula 4 ou da Fórmula 3 ou de outro lugar não entenderá quando for punido por violações enquanto Lewis não foi. Os pilotos de Fórmula 1 devem ser um exemplo para os jovens”, insistiu o francês de 75 anos.

“Sim, no calor de uma batalha eles às vezes fazem o que não deveriam ter feito, mas quem quer que seja, em qualquer categoria em que concorra, um piloto de corridas, tal como o motorista de um carro normal, deve cumprir todas as medidas de segurança”, concluiu o presidente da FIA.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.





Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *