Robert Scheidt tenta se isolar no recorde de medalhas para o Brasil – Esportes

App dos Correios permite pagar Sedex e PAC para agilizar postagem | Aplicativos e Software
maio 23, 2021
Usuários no iOS 14.5 recusam rastreamento e anunciantes migram para Android | Celular
maio 24, 2021

Robert Scheidt tenta se isolar no recorde de medalhas para o Brasil – Esportes



Colecionador de medalhas, Robert Scheidt mais uma vez representará o Brasil na maior competição esportiva do mundo. Aos 48 anos, o paulistano possui amplo currículo em Jogos Olímpicos, com duas medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze.


Scheidt é o atleta brasileiro com maior número de medalhas olímpicas, ao lado de Torben Grael. O também velejador terminou a carreira com dois ouros, uma prata e dois bronzes.


Nascido em São Paulo, Scheidt atualmente mora na Itália, próximo ao Lago de Garda. Por lá, o atleta encontrou condições melhores de treino para a competição em Tóquio 2020, que será realizada na Baía de Enoshima.


















Em sua sétima Olimpíada seguida, Scheidt carimbou seu passaporte rumo a Japão durante o mundial de vela em 2020. Para ampliar sua vantagem como maior vencedor olímpico do Brasil, Scheidt buscará outra medalhs em Tóquio, mas, desta vez, sem a pressão do favoritismo.


“A vontade de chegar no pódio, de fazer uma boa Olimpíada é tão grande quanto das outras vezes, se não maior. Estou caminhando para o fim da minha carreira, então as chances vão diminuindo de você poder continuar nessa caminhada”, disse Scheidt, que foi porta-bandeira do Brasil, em Pequim 2008.


Craques querem Olimpíada, mas clubes podem atrapalhar planos




Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *