Nubank ganha shopping dentro do aplicativo com cupons e descontos – Finanças – Tecnoblog

Disciplinador, Steven Gerrard impõe rigorosa dieta aos jogadores do Aston Villa – Esportes
novembro 23, 2021
Campanha de Natal vem para resgatar alegria e devolver sorriso, afirma primeira-dama Fátima Azambuja – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 23, 2021

Nubank ganha shopping dentro do aplicativo com cupons e descontos – Finanças – Tecnoblog

O Nubank é a mais nova empresa a entrar na onda dos bancos e fintechs que oferecem e-commerce dentro do aplicativo. A empresa passa a disponibilizar a seção Shopping nesta terça-feira (23), com sites e lojas parceiras, preços especiais, descontos e cupons.

App do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)
App do Nubank (Imagem: Divulgação/Nubank)

A área de compras fica dentro do aplicativo. Lá, é possível ver as ofertas disponíveis. Ao escolher a loja desejada, o usuário é redirecionado para o site da varejista. Aí é só seguir as instruções para concluir a compra com os descontos.

Por enquanto, a lista de lojas conta com Dafiti, Magalu, Allied (distribuidora de Samsung, Motorola e Xiaomi) e AliExpress. A empresa diz ter planos para expandir a quantidade de parceiros.

A área Shopping do aplicativo do Nubank começa a ser disponibilizada nesta terça (23) e deve chegar para toda a base de usuários nos próximos dias.

Nubank quer expandir atividades

“Com essa nova vertical, podemos fornecer esses serviços em muitas outras áreas de suas vidas”, diz David Vélez, CEO e fundador. Segundo a empresa, essa é sua primeira empreitada na área de serviços não financeiros.

Até então, o Nubank já tinha presença em cartões de crédito, seguros, investimentos, empréstimos e conta corrente. Além disso, a empresa fez parcerias com a Remessa Online para transferências internacionais e da Creditas para empréstimos com garantia de veículo.

Fachada do Nubank
Fachada do Nubank em São Paulo (Imagem: Felipe Ventura / Tecnoblog)

Mesmo assim, não chega a um movimento surpreendente. Na documentação enviada para abertura de capital nos EUA, o Nubank dizia enxergar oportunidades para levar seu modelo disruptivo para o e-commerce e também para planos de saúde e telecomunicações.

Por enquanto, é um primeiro passo não muito disruptivo. Várias fintechs e bancos já contam com seções de shopping e até mesmo marketplaces em seus aplicativos, oferecendo descontos, pontos ou cashback entre as vantagens. É o caso de PicPay, Banco Inter e C6, por exemplo.

O inverso também acontece: lojas como Magazine Luiza, Americanas e Casas Bahia oferecem carteiras digitais.

Também vale dizer que essa é mais uma forma para obter receita, já que a empresa não cobra por vários de seus serviços bancários básicos. No mês passado, o Nubank registrou o primeiro lucro de sua história: R$ 76 milhões.

Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *