Michael Masi discorda de Hamilton

No Parque dos Poderes, canaletas são destruídas por motoristas que insistem em estacionar errado – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 22, 2021
Personagem de Street Fighter 3 vira trend no TikTok – Jogos – Tecnoblog
novembro 22, 2021

Michael Masi discorda de Hamilton


Michael Masi

O diretor de corrida de F1, Michael Masi, discordou das afirmações de Lewis Hamilton de que as regras das ultrapassagens não estão mais claras, após a polêmica no GP do Brasil entre o piloto dos Prateados e Max Verstappen dos Touros.

Em Interlagos, Verstappen fez uma defesa dura contra Hamilton na Curva do Lago, que viu os dois pilotos saírem da pista, enquanto o holandês fechava firmemente as portas para seu rival pelo título, além de ter saído na pista durante o processo.

No entanto, após anotar o incidente, os comissários optaram por não aplicar uma punição, sendo também recusado um pedido posterior de direito de revisão por parte da Mercedes.

Isso levou Hamilton a sugerir que as regras de corrida roda a roda não estão mais claras, enquanto Verstappen sugeria o contrário.

Falando ainda no Catar, Hamilton disse: “Todos os pilotos, eu acho, exceto Max, estavam pedindo clareza, mas não ficou muito claro. Ainda não está claro quais são os limites da pista. É claro que não é mais a linha branca mais ao ultrapassar, então nós apenas vamos em frente.”

Masi discorda de Hamilton

Mas Masi discordou da posição de Hamilton, argumentando que o briefing definiu claramente o que será ou não permitido no futuro.

“Acho que ficou claro para eles o que era esperado”, disse Masi.“Acho que alguns deles concordam, alguns discordam. Isso é sempre com cada um deles, eles concordaram e discordaram o tempo todo.”

“Demos a eles alguma orientação geral, mas também deixamos muito claro que cada caso será julgado por seus méritos.”

FIA não relaxou padrões

Quando lhe foi dito que parecia que a FIA estava relaxando sua postura em incidentes de corrida duros como o que foi visto no Brasil, Masi disse que nada mudou nos processos de manobra ou em suas atitudes em relação aos incidentes.

“Não estamos mais relaxados. Estamos olhando cada um dos incidentes pelos seus méritos, como fizemos com cada um”, enfatizou.

“Há um painel de comissários independentes, ao contrário do que muitos pensam, não sou eu que estou sentado ali como juiz e júri.”

“Nós damos uma olhada, temos um painel de comissários que analisa cada incidente e, em seguida, como vimos na semana passada, eles determinam se vale a pena uma investigação. Se o fizerem, eles são investigados e, em seguida, determinam se há uma violação ou não.

“Você precisa olhar para toda a situação, o clima, a área de escape, etc., etc.”

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.





Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *