Equipe Mercedes de F1 pede revisão do incidente entre Verstappen e Hamilton

Governo do Estado autoriza aplicação da dose de reforço contra Covid-19 em pessoas acima de 18 anos de idade
novembro 16, 2021
TIM dá até 50 GB de bônus para pós-pago e controle na Black Friday – Telecomunicações – Tecnoblog
novembro 16, 2021

Equipe Mercedes de F1 pede revisão do incidente entre Verstappen e Hamilton


Verstappen x Hamilton – Interlagos 2021

A Mercedes escreveu à FIA  solicitando uma revisão do incidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton na volta 48 do GP de São Paulo, que não foi investigado pelos comissários naquele momento.

Verstappen e Hamilton acabaram saindo da pista enquanto lutavam pela liderança da corrida na curva do Lago na volta 48, com o piloto da Red Bull alargando a saída da curva e deixando Hamilton sem opção a não ser sair da pista e entrar na área de escape. De fato, ambos saíram da pista, pois Verstappen não conseguiu completa-la dentro da pista e Hamilton já estava a seu lado por fora

O incidente foi anotado pelo controle da corrida, mas com base nas evidências disponíveis no momento, quando não havia a câmera onboard de Verstappen, os comissários decidiram não investigar.

Hamilton ultrapassou Verstappen um pouco antes da mesma curva algumas voltas depois, garantindo a vitória no GP de São Paulo.

Hoje, a filmagem onboard da câmera frontal do carro de Verstappen foi tornada pública e mostra o ângulo de direção do Red Bull em relação ao ângulo da curva e o posicionamento de Hamilton na pista.

No momento do incidente, a transmissão de vídeo do carro de Verstappen transmitia a câmera traseira, o que significa que as evidências da câmera frontal não estavam disponíveis para os comissários.

Quando a filmagem onboard foi publicada, a Mercedes emitiu a seguinte declaração anunciando seu pedido de revisão do incidente pela FIA.

“A equipe Mercedes-AMG Petronas F1 confirma que solicitamos hoje um Direito de Revisão nos termos do Artigo 14.1.1 do Código Desportivo Internacional, em relação ao incidente na Curva 4 entre o carro 44 [Hamilton] e o carro 33 [Verstappen] na volta 48 do Grande Prêmio do Brasil de 2021, com base em novas evidências indisponíveis para os comissários no momento de sua decisão.”

Após a corrida, o chefe da equipe da Mercedes, Toto Wolff, disse que Verstappen deveria ter recebido uma punição de cinco segundos por expulsar Hamilton da pista e acusou os comissários de “varrer o caso para debaixo do tapete”, o que ele disse ser “risível” em um fim de semana quando Hamilton também foi desclassificado da classificação.

O companheiro de equipe da Mercedes de Hamilton, Valtteri Bottas, terminou a corrida 3,1s atrás de Verstappen, então se uma penalidade de cinco segundos fosse adicionada retrospectivamente aos resultados, Verstappen cairia de P2 para P3.

No entanto, falando em uma entrevista coletiva após a corrida antes de ter a oportunidade de assistir a qualquer filmagem do incidente, Hamilton disse que a quase colisão não foi nada mais do que uma “batalha dura” e um “incidente de corrida”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.





Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *