Em crise, Vasco da Gama diversifica renda e lança coleção de NFTs – Tecnoblog

Após áudios polêmicos, Paulo Paixão deixa o Internacional – Esportes
novembro 23, 2021
Mato Grosso do Sul contará com mais 17 Salas Lilás neste ano – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 23, 2021

Em crise, Vasco da Gama diversifica renda e lança coleção de NFTs – Tecnoblog

O Vasco da Gama é o mais novo time de futebol brasileiro a entrar no mercado de NFTs. Em parceria com a Binance, maior corretora de criptomoedas, o clube esportivo anunciou no último sábado (20) sua primeira coleção de tokens não fungíveis, chamada “Espelho… de 1924 para o futuro!”. A nova empreitada chega em meio à crise financeira que o Vasco vem enfrentando desde 2020.

NFT
NFT “Camisas Negras” da nova coleção do Vasco da Gama (Imagem: Divulgação)

Em comunicado à imprensa, o clube de futebol anunciou que a série de artes digitais em NFTs foi realizada em parceria com a Binance e com a BrasilNFT. As artes já foram reveladas no novo portal dedicado a projetos com tokens não fungíveis do time. Ao todo, são cinco obras que serão colocadas à venda no dia 26 de novembro através da Binance.

A coleção “Espelho… de 1924 para o futuro!” é inspirada no histórico antirracista do clube esportivo. Por meio de uma “reinterpretação da Resposta Histórica em uma estética Afrofuturista”, os NFTs chegarão em homenagem ao Dia da Consciência Negra. Trata-se de um projeto idealizado por Helio Ricardo Rainho, etnógrafo e mestre em história e bens culturais, em conjunto com o artista visual Juan Calvet.

As obras buscam lembrar os primeiros anos de história do Vasco da Gama. Um dos momentos representados é o famoso episódio em que o time se recusou a assinar o ofício que tentava banir jogadores negros da Liga em 1924. “Os NFTs lembrarão a carta, que ficou conhecida como Resposta Histórica, e quase 100 anos depois ainda é motivo de grande orgulho para seus torcedores.”

NFTs chegam em meio à crise financeira

Deixando de lado o aspecto conceitual dos primeiros NFTs do Vasco da Gama, os ativos digitais chegam também como mais uma fonte de renda para o clube esportivo. Usando como base o balanço de 2020, o time enfrenta dívidas 4,5 vezes maiores do que a arrecadação, salários atrasados e uma guerra política que veio a tona quando último presidente do clube, Alexandre Campello, deixou o cargo.

Na época, ele chegou até mesmo a denunciar esquemas de corrupção no departamento que cuidava das operações de jogos, um escândalo razoável. Por fim, mas não menos importante, o desempenho esportivo do Vasco também deixa a desejar, rebaixado para a série B. Nesse sentido, a nova coleção de NFTs pode usar a popularidade do time para gerar renda e desafogar um pouco os problemas financeiros.

Vasco está trabalhando temas sociais

Com o lançamento dos tokens baseados no histórico antirracista do Vasco da Gama e em homenagem ao Dia da Consciência Negra, o time segue com uma linha de apoio a causas sociais e minorias. Em junho, o clube já havia lançado uma edição especial de camisa em apoio ao movimento LGBTQIA+. Na época, o Vasco disse “se negar a aceitar a homofobia e a transfobia”.

Com informações: Globo Esporte, ESPM

Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *