E-mail do FBI é hackeado e usado para mandar spam difamando pesquisador – Antivírus e Segurança – Tecnoblog

Como a saudável culinária japonesa ganha espaço e vira referência – Esportes
novembro 16, 2021
Funtrab disponibiliza 2.421 oportunidades de emprego nesta semana – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 16, 2021

E-mail do FBI é hackeado e usado para mandar spam difamando pesquisador – Antivírus e Segurança – Tecnoblog

Ao longo do sábado (13), um servidor do FBI disparou o mesmo e-mail para centenas de milhares de pessoas. O texto alertava que um agente ameaçador havia invadido os sistemas da agência e vazado informações. Aparentemente, porém, o problema foi bem menor do que a mensagem sugeria: era uma campanha de hackers para atingir a reputação um pesquisador de cibersegurança.

Hacker — imagem ilustrativa (imagem: B_A/Pixabay)
Hacker — imagem ilustrativa (imagem: B_A/Pixabay)

O envio em massa foi detectado pelo Spamhaus Project, associação internacional sem fins lucrativos que monitora spam e outras ameaças cibernéticas. A campanha teve duas ondas, ambas no sábado (13). A entidade calcula que 100 mil caixas de entrada receberam o e-mail, mas essa é uma estimativa conservadora, e pesquisadores acreditam que a ação pode ter sido muito maior.

As mensagens foram enviadas pelo e-mail [email protected], que é real, e foram enviadas de um IP da agência, segundo a Spamhaus. O cabeçalho também mostra que a origem foi verificada pelo mecanismo da DomanKeys Identified Mail e que os servidores internos do FBI processaram as mensagens.

Em dois comunicados enviados ao BleepingComputer, o FBI diz estar ciente do ocorrido e que o episódio sobrecarregou seu helpdesk. Segundo a agência, uma configuração errada de software possibilitou o envio dos e-mails. A máquina que disparou as mensagens foi isolada das caixas corporativas da entidade e não tem mais como acessar os dados da rede.

Hacker (Imagem: Mati Mango/Pexels)
Hacker (Imagem: Mati Mango/Pexels)

Hackers usam mensagem fake para atacar pesquisador

A mensagem diz que a pessoa por trás da suposta invasão a dados do FBI é Vinny Troia, mas isso provavelmente é mentira. Troia é o chefe de segurança das empresas de inteligência na dark web NightLion e Shadowbyte.

Não é a primeira vez que o pesquisador entra na mira de ataques desse tipo. Membros de fóruns de hackers já fizeram ataques do tipo defacement, em que um site é invadido e tem seu conteúdo alterado, e outras pequenas invasões alegando ser ele o responsável.

Em sua conta de Twitter, Troia dá a entender que a pessoa por trás do ataque provavelmente é alguém conhecido como “pompomourin”. O indivíduo já esteve associado a outros episódios que buscavam manchar a reputação do pesquisador. Ele teria, inclusive, entrado em contato com Troia horas antes do ataque e dito apenas “aproveite”.

Com informações: BleepingComputer

Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *