Com nova estrutura, Base do Comando de Operações Penitenciárias vai garantir maior operacionalidade na capital

O encanto pixelado dos jogos retrô em tempos ultrarrealistas | Jogos
maio 21, 2021
Prefeitos do Vale do Ivinhema pedem obras de infraestrutura urbana e agradecem apoio do governo – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
maio 21, 2021

Com nova estrutura, Base do Comando de Operações Penitenciárias vai garantir maior operacionalidade na capital


A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) acaba de inaugurar as obras de reestruturação na base do Comando de Operações Penitenciárias (COPE), na capital. A cerimônia aconteceu, na manhã desta sexta-feira (21.5), no Complexo Penitenciário do Jardim Noroeste.

Representando força de reação da Agepen, o grupo já realizou 1.015 escoltas de janeiro a abril deste ano somente em Campo Grande, totalizando 2.476 presos escoltados.

A ampliação possibilitou a construção da Reserva de Armas, com paredes reforçadas e portas de ferro maciço, que garantem maior segurança aos armamentos e munições, com acesso restrito aos comandantes e armeiro.

O atual comandante do Cope, servidor Richard Dias, ressaltou que esse novo espaço representa um marco para a instituição, resultado da união de esforços dos servidores penitenciários.

“O que antes começou em uma sala pequena lá na Escola Penitenciária, hoje estamos inaugurando toda essa estrutura para melhor atender as demandas da Agepen. Agradeço a todos os diretores de unidades penais pelo apoio no nosso trabalho; isso mostra que a Agepen unida alcança os objetivos que almejar”, destacou, informando que o grupo existe para atender as unidades penais do estado.

Com obras de ampliação, nova base do Cope na capital vai garantir maior organização dos trabalhos.

Em um prédio anexo ao Presídio de Trânsito de Campo Grande, a Base do Cope agora conta uma estrutura de 100 metros quadrados, dividida entre a sala de Comando, sala do Grupo de Intervenção Tática (GIT), sala do Grupo Tático de Escoltas (GTE), além da copa e do amplo alojamento de servidores com banheiros masculino e feminino.

Presente no encontro, o ex-comandante do Cope servidor aposentado João Bosco Correia, relembrou sua trajetória desde a criação do grupo no final de 2017 até a concretização da Base.

“Posso me considerar uma pessoa realizada por ter me aposentado na função, fazendo o que realmente eu sonhei nesses 30 anos que estive como agente penitenciário, é uma satisfação grande ter encerrado minha carreira como comandante desse grupo”, afirmou, destacando que atualmente a Agepen vivencia uma evolução constante.

Bosco parabenizou, ainda, o atual comandante do COPE, Richard Dias, por dar sequência aos projetos que foram começados. “Isso para mim considero como uma grande virtude”, concluiu.

Além de maior segurança durante os trabalhos, a ampliação possibilitou mais organização e comodidade aos servidores penitenciários, que atuam em escalas de plantão e regime de expediente.

A obra teve duração aproximada de um ano e contou com a mão de obra de seis internos, fruto do convênio firmado com o Conselho da Comunidade de Campo Grande.

Pelo trabalho, os reeducandos recebem remição de um dia na pena a cada três de serviços prestados, além da remuneração, conforme estabelece a Lei de Execução Penal.

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, parabenizou o empenho e dedicação de todos os servidores penitenciários envolvidos. “Isso demonstra que um sonho quando se sonha sozinho é apenas um sonho, mas quando se sonha com a equipe se torna realidade, como está sendo hoje. Então esse é um sonho de todos nós como servidores, o Cope representa uma evolução importante da nossa instituição, que tem sido referência a outros órgãos da segurança pública”, finalizou.

O Comando de Operações Penitenciárias da Agepen é formado por servidores especializados em ações de intervenção, escolta de presos e revistas de segurança nos presídios estaduais; e atualmente também possui base em unidades penais das cidades de Dourados, Corumbá e Naviraí.

Estiveram presentes o diretor de Operações da Agepen, Acir Rodrigues; o chefe de Gabinete, Valdimir Ayala Castro; o diretor de Estabelecimento Penais, Alírio Francisco do Carmo; além de diretores de unidades prisionais da capital e servidores penitenciários.

Texto e Fotos: Tatyane Santinoni.



Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *