Com mais de 500 mil doses disponíveis, Reinaldo Azambuja faz apelo para população tomar vacina – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Google Chrome 96 quebra elementos do Instagram e Twitter na web – Aplicativos e Software – Tecnoblog
novembro 17, 2021
Vaias para Luiz Adriano e grito pela Libertadores: Allianz Parque vive ‘noite tensa’ em derrota do Palmeiras – Esportes
novembro 17, 2021

Com mais de 500 mil doses disponíveis, Reinaldo Azambuja faz apelo para população tomar vacina – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul


Aos 58 anos, o governador Reinaldo Azambuja recebeu nesta quarta-feira (17) a terceira dose (reforço) de vacina contra Covid-19 no pavilhão Albano Franco, em Campo Grande, e fez um novo apelo para as pessoas se imunizarem. 

Reinaldo Azambuja ressaltou que Mato Grosso do Sul tem mais 500 mil doses disponíveis, mas que ainda existem adultos sem tomar nem mesmo a primeira dose, além daqueles com a segunda dose atrasada e idosos sem tomar a dose de reforço.

“Tem 216 mil idosos que já poderiam tomar a terceira dose como eu fiz agora. Chegou o meu dia, 58 anos e estou aqui. O que eu entendo: vamos tomar a vacina. A vacina é o antídoto e deve ser buscada por todos nós. Não devemos deixar acontecer em Mato Grosso do Sul o que está acontecendo na Europa”, disse o governador. Ele lembrou que vários países como Áustria e Holanda decidiram impor lockdown por conta do avanço da pandemia.

O governador também voltou a pedir para a população não confundir política com ciência. “Vamos vacinar. É importante. Vacina protege a vida. Vacina não deve ser politizada. Vacina é algo que a ciência criou para nos proteger das doenças. Um exemplo que a gente dá: quando a criança nasce, ela sai com uma carteirinha de vacinação. E o médico pede o que para as mães? Fazer o acompanhamento para proteger a vida dessa criança. E o mesmo é com a Covid”, finalizou.

Governador Reinaldo Azambuja atendeu imprensa após tomar dose de reforço (Foto: Chico Ribeiro)

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro



Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *