Al Hilal é campeão asiático e pode enfrentar Flamengo ou Palmeiras no Mundial – Esportes

Servidores públicos recebem segunda parcela em 10 de dezembro – Portal do Governo de Mato Grosso do Sul
novembro 23, 2021
Anatel é obrigada a desmentir fake news sobre 5G e morte de pássaros – Telecomunicações – Tecnoblog
novembro 23, 2021

Al Hilal é campeão asiático e pode enfrentar Flamengo ou Palmeiras no Mundial – Esportes


O Al Hilal, da Arábia Saudita, derrotou o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, por 2 a 0, ficou com o título da Liga dos Campeões da Ásia pela quarta vez e carimbou o passaporte para disputar o Mundial de Clubes nos Emirados Árabes. No torneio da Fifa, o time árabe pode cruzar o caminho de Flamengo ou Palmeiras, que decidem a Libertadores no próximo sábado.

No King Fahd International Stadium, em Riad, a equipe árabe derrotou o rival sul-coreano com gols de Al Dawsari e Marega. O Al Hilal vai representar a Ásia no Mundial pela segunda vez. O torneio ocorre em fevereiro de 2022, não mais em dezembro, como tradicionalmente acontecia.

O Al Hilal estreou em Mundiais em 2019. Naquela edição, foi eliminado pelo Flamengo de Jorge Jesus na semifinal. O time árabe é treinado pelo português Leonardo Jardim, ex-comandante do Monaco. Há um brasileiro no elenco, o meio-campista Matheus Pereira

Palmeiras e Flamengo decidem quem fica com o título da Libertadores no sábado, 27, no Uruguai, e com a consequente vaga para o Mundial. Como de costume, o campeão sul-americano entrará no torneio mundial com status de segundo favorito, atrás do último campeão europeu, o Chelsea.

Os demais participantes confirmados são o egípcio Al-Ahly, campeão africano, o mexicano Monterrey, vencedor da Liga dos Campeões da Concacaf, o neozelandês Auckland City, representando a Oceania, e o Al-Jazira, que representa o país-sede.

O Mundial de Clubes poderá ser disputado no atual formato pela última vez em 2022. Nos últimos anos, a Fifa vem elaborando mudanças profundas no torneio para receber um número maior de clubes, até 24, principalmente da Europa. Poderia ser disputado a cada dois ou quatro anos. Entre idas e vindas, a proposta já gerou polêmicas e a entidade máxima do futebol mundial não avançou com a ideia.



Fonte da Notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *